segunda-feira, 2 de junho de 2008

Nídia

A vida é dinâmica. Pessoas entram e saem sem pedir a menor licença. Algumas apenas passarão, outras serão mera lembrança para os dias de melancolia. Contudo, há certas pessoas que vêm pra mudar todo um entendimento, e tu nunca mais as deixará partir, porque com elas vale a pena dividir muito mais que um simples sorriso de 'olá'. A vida é tão exata que por mais que desviemos deste tipo de gente elas acabam por um dia nos encontrar. E foi pra comprovar tudo isto que ela apareceu. Depois de tantos caminhos tortos, tantas buscas infundadas, ela veio e mudou muito mais que um ponto-de-vista. Como uma flecha certeira, arrebatou ele, eu e todos que têm o previlégio de conviver com ela. E foi assim que ganhei bem mais que uma amiga ou cunhada, ganhei uma nova irmã.
.
Então falar desta mulher é falar de um ser especial. Alguém que é anjo, cupido, ombro e ouvido amigo, menina moleca e mulher fatal, tudo numa única mente (por vezes sensata, por outras insana). Puro charme, seja de tênis ou de salto agulha, mesmo enquanto lava cavalos ou enche a casa de Bom Ar. É única em qualquer lugar: seja no Rio de Janeiro, Livramento ou em Porto Alegre... E ela pinta e borda. Dita moda. Na verdade, ela é tendência. E não tá nem aí para opinião alheia, sabe viver muito bem exatamente como ela é. Durona quando quer, tem cuca fresca e sabe fazer valer suas vontades. Um exemplo. Assim é a Nídia. Uma energia boa que irradia alegria, aqui ou há 2000 e tantos quilômetros, com boas ou más notícias. E ela tem o humor certo, as palavras certas. É puro amor pra quem merece. Compreensão em doses cavalares. E ela não dá ponto sem nó. É pura sedução, iluminando e seduzindo a vida. É uma curiosa descobrindo o mundo. Sim, porque ela é múltipla. Tem olhos desbravadores, personalidade forte e um coração do tamanho do mundo. Muito sensata, mas sem perder seu lado lúdico, sincero e sempre com a certeza de que as coisas darão certo. Uma diva, eu diria.
.
Ela é isto e muito mais. A Nídia é, na verdade, uma super fada-madrinha. Ela tem uma magia, uma química especial que faz com que não consigamos desgrudar nossos olhos dela. Ela faz as coisas acontecerem. Seus gestos e palavras parecem milimetricamente calculados para encantar os espectadores. Estar com ela é ter a certeza de momentos inesquecíveis e especiais.
.
Mas a Nídia é fera também. Se alguém chega para atacar qualquer um dos seus amores, ela bota pra quebrar, mostra que a sua força vai além da frágil aparência de mulher sensata. Ela é, sem sombra de dúvidas, uma eterna defensora da minha felicidade.
.
E com ela já chorei por partir, já roí unhas de ansiedade, já gritei de raiva e já murmurei de aflição. Mas o mais comum são as nossas crises de risos e as longas horas de conversas... Nós definitivamente somos opostos que se atraíram. Enquanto ela é equilíbrio, eu alterno entre minha extremada razão e minha turbulenta emoção; enquanto ela é doçura e eu sou pimentinha; e assim vai. São coisas que tornam nossa relação eterna, porque a gente se complementa. E admiro ainda mais ela por conseguir amar a gente do jeitinho somos (Quer coisa melhor?). Com todo meu teatro. Minhas loucuras e inseguranças. Meu humor peculiar. Meu amor incondicional... E ter ela na minha vida é saber que tenho colo e proteção quando preciso, que tenho pra onde fugir quando o mundo cair. Enfim, Nídia é complemento. É feita de elementos raros, e por isto tem tanto valor.
.
Por ela ser isto e muito mais que é impossível não querer ser um pouco Nídia. E tentar dimensionar em palavras tudo que ela significa é um trabalho complexo, pois é solucionar uma equação que envolve: feminilidade, personalidade, compreensão, muito amor, atitude, estilo e salto alto. Um quebra-cabeças de um zilhão de peças delicadamente encaixadas, com um coração incrível que compreende e ama como ninguém. São milhares de percepções que se fundiram para criar este ser humano incrível, capaz de tirar de si para ver os outros felizes. E eu amo ela. Porque ela me dá as melhores gargalhadas, telefonemas, tem conversas divertidíssimas e palavras lindas nos nossos reencontros que me fazem lembrar: escrever bonito não é nada. O importante é viver bonito. E isso ela faz com maestria. Ah, e sinto um orgulho enorme de tentar escrever um pouco sobre a Nídia e não conseguir ser completa. (Tu é maior que todas estas palavras.)
.
.
Feliz aniver cunhas amada! Tu vale diamante! Amoooo de montão!! Te desejo uma bela LV recheada de amor, saúde paz e sucesso! Cuida do que é nosso, pois um dos maiores bens da minha vida está nas tuas mãos (e por ver como tu o faz feliz que eu só tenho a te agradecer de montão!). Muitos beijos cheios de saudades! E que venham muitos outros aniversários pra comemorarmos juntas!

Um comentário:

Miguel Vianna disse...

Amada irmã!
Achei tua sintese, da mulher que amo, maravilhosa. Estavas perfeita em teu ensaio. Adorei! Particularmente o trecho no qual dizes que eu sou o maior bem da tua vida! hehehe! Brincadeiras a parte, estamos morrendo de saudades! Estamos te esperando!
Mil Beijos! Te Amo!
Miguel