segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Pensamentos escritos

.
.
Saudade não é olhar pro lado e dizer "se foi". É olhar pro lado e perguntar "cadê?".
.
.
Achei linda esta frase.
.
Eu tenho pensado muito sobre a saudade. E, por acaso, é bem como esta frase diz a falta que eu sinto. Ela não é fruto da partida, mas dos pedaços que ficaram e me perguntam como faremos para nos conformarmos sem. Sinto saudade de coisas improváveis, de gente/coisas que nunca imaginei que sentiria algum dia. Mas também sinto uma saudade incrível de pessoas que nunca conheci e de coisas que nunca vivi, que chego a fantasiar uma vida paralela onde conheço todas elas, convivo com elas. Meio lunático, eu sei.
.
Ando pensando, também, como às vezes achamos que vamos morrer sem ter algo e nenhuma morte ou tragédia irremediável acontece. A gente sobrevive, e o tempo leva aquela desenfreada vontade de abraçar bem forte pra nunca mais deixar partir. E vira lembrança, do tipo que tu nunca pergunta "cadê?", porque tem certeza que o tempo para acontecer aquilo passou, e agora tu nem entende muito bem porque achou que não iria conseguir viver sem.
.
Tenho pensado sobre o medo. Acho que, às vezes, por trauma ou sei lá o quê, temos medo de enfrentar, medo de tentar, medo de ficar... Então decidimos seguir o caminho, como se algo que tem um certo valor não tivesse acontecido, como se aquilo fosse só mais um grão de areia beira-mar. Ignoramos as probabilidades, ressaltamos os defeitos e viramos 'mães Dinás' prevendo um futuro que pode não vir a acontecer. Aí decidimos seguir em frente, talvez fugindo da possibilidade de errar, ou por medo de estar perdendo a melhor parte ali, parados. É quando vem a saudade e nos diz que deveríamos, sim, ter ficado. Mas agora é tarde. Pois, talvez, nesta estrada, não haja algum retorno.
.
Sim. Aqui existem alguns medos que me fazem partir, mas também existem saudades que pra sempre irão me acompanhar e me fazem, vez por outra, tentar voltar.
.
_____________________
No verão que chega....
.
Vivendo váááários novos amores esta semana:
1°) eu mesma.
2°) novo CD do Marcelo Camelo. (foto de cima é a capa, muito interessante e linda, muito pra refletir, como todo trabalho deste GÊNIO!)
3°) eu de novo.
4°) a Dona Maria, gênio da limpeza de janelas e paredes. (sim, no mundo moderno- que é cheio de pessoas carentes por qualquer tipo de cuidado- a gente se apaixona facilmente por quem cuida da gente- no meu caso, este relacionamento se tornou tão intenso e importante que parece superar muitos outros amores que eu já vivi! Dona Maria, eu te amo!!! hehehehe)
.
Ausência fruto da correria. Já vou me acalmar e voltar mais ao meu blogzinho abandonado!
.
Beijos.

Um comentário:

.rogani. disse...

Olá!
adorei seu blog, já está add na página de favoritos...

Beijos!
.rogani.